Outono e a poda da Alma

Foto de galhos secos em um deck de madeira

O Outono e a poda da alma

A imagem do outono é a dos galhos secos, as folhas caídas, a poda voluntária das árvores que se despedaçam antes do inverno. Largando pelo chão suas partes mortas, as plantas parecem nos convidar a fazer o mesmo, a fazer a poda de nossa alma.

A Botânica nos diz que os vegetais que escolhem se pelar no outono o fazem para economizarem energia no inverno. Para que possam sobreviver ao período de menos luz e calor, é essencial que as plantas aprendam a reter em si somente o necessário, e todo o excesso que foi acumulado na primavera e verão precisa ser eliminado. Se isso não for feito, o que antes era a bela exuberância vai se tornar um peso a ser carregado durante os meses desafiadores, diminuindo muito a chance de sobreviver ao período mais sombrio do ano.

Assim também nós somos convidados a fazer. O outono é a estação de nos podarmos, de percebermos os excessos das estações anteriores e iniciarmos nossa caminhada para dentro, em direção à instrospecção do inverno. Muitas vezes, esses excessos são bem explícitos, como questões alimentares e comportamentais, e outras vezes são sentimentos e pensamentos que há muito já poderiamos deles ter desapegado.

Ao mesmo tempo que os galhos caem, os frutos e grãos amadurecem. O outono é uma estação de colheita. Desfrutemos disso! Que possamos nos esforçar para estarmos abertos às bênçãos de abundância que naturalmente chegam neste período do ano. É momento de receber o resultado de nosso trabalho. Pensemos, então, no que estamos recebendo neste momento, e facemos o esforço de enxergar em nossas ações de primavera, mês de plantio, o resultado da colheita outonal. Estamos satisfeitos com o rumo que nossa jornada pessoal tomou? Que ajustes faremos no próximo plantio?

A poda da alma e a abertura para os frutos são os guias das meditações e colheitas do outono, que a cada dia anuncia sua chegada. Caso você sinta o chamado para se conectar com o fluxo da natureza e de nosso ser, nosso corpo filho da Terra, convido você para o Mini-retiro de Equinócio de Outono no Sítio Buraco da Lua.

Domingo, dia 24.03, celebramos um dia de reverência ao sagrado masculino e feminino de todos nós, tomaremos banho ritualístico na cachoeira (ou de chuva, se Gaia assim nos abençoar) e faremos um grande baile de danças circulares. As informações completas estão neste link. Dúvidas e inscrições, basta entrar em contato.